Fazendo Resenha: Mangá

Resenha: BeelzeBub

“De hoje em diante, criaremos juntos o grande demônio que destruirá a humanidade.”

NOME ORIGINAL: べるぜバブ (Beruzebabu)

AUTOR(A): Ryuhei Tamura

EDITORA NO BRASIL: Panini Comics

GÊNERO(S): Ação

SINOPSE: Em uma tarde qualquer que matava aula, Tatsumi Oga, o valentão invicto do colégio Ishiyama — odiado por muitos pela sua força monstruosa—, vê um homem flutuando no rio se partir e revelar, de dentro dele, um bebê. Quando leva-o para a casa de seu melhor amigo a fim de aconselhar-se sobre o que fazer é atacado por Hildegard, uma criada demônio a serviço do bebê, que é ninguém menos que o filho de Beelzebub, herdeiro do mundo dos demônios. Apesar da relutância do valentão, o bebê já o escolhera e cabe a Oga ser o tutor do jovem demônio para que um dia aquele destrua a humanidade. Ou isso, ou Oga morre.

“Ele só se apega a pessoas realmente fortes. Também tem que ser um traste maldito, brutal, insolente, cruel e sem nenhum amor ao próximo. Parabéns, você fez por merecer, Oga!”

Mangá BeelzeBub Vol.1

beelzebub_volcom___wallpaper_by_rockblink-d3al7up.jpg

FOTO: beelzebub_volcom___wallpaper_by_rockblink-d3al7up

Outros Posts Que Talvez Goste:

❤ Resenha: Assassination Classroom

❤ Resenha: Mundo Novo

 

Na Humilde Opinião de Clara Luar:

Ganhei o mangá BeelzeBub de aniversário de um amigo muito querido, por isso, mesmo não sendo o meu estilo me atrevi a ler. E, certamente, valeu a pena a leitura!

Enredo: 5-joinha

Em BeelzeBub acompanhamos o desenrolar de uma história um tanto incomum: um humano escolhido para ensinar o filho do rei do demônio a destruir a humanidade. Oga torna-se tutor do demônio por acaso e, embora se esforce para se livrar do bebê, a conexão com o pupilo só cresce, tornando-se o ponto franco do valentão e o alvo de muitos dos inimigos de Oga. Logo, cenas de ação são constantes, sangue é igual água e humor não falta!

Arte: 4-joinha

beelzebub-356279Como o protagonista, o traço do mangá é bruto, nada fofo. Você não vai encontrar homens lindos e muito menos paisagens detalhadas. Durante toda a história, as expressões, apesar de simplórias, são perfeitamente horríveis, os machucados são bem destacados e toda a força dos golpes é perceptível — exatamente o que se espera de um mangá shounen cheio de ação.

bbbEsse traço masculino, porém, peca na hora de desenhar as personagens femininas, que acabam aderindo às características “machonas” e não “sexy”, como o autor certamente deseja. Embora no começo seja um tanto difícil reconhecer a verdadeira feminilidade nos quadrinhos, a medida que avançam os volumes os traços melhoram, logo, não é algo que prejudicará a apreciação. 

Personagem: 5-joinha

Oga é quase um monstro de tão forte e brutal, mas ao lado de Beel, o bebê demônio, parece fofo, e, apesar da burrice essencial para o humor da trama, é capaz de usar várias frases de enfeito instigantes. O resultado é um anti-herói fácil de o leitor afeiçoar.

Hildegard também ganha sua importância e vale a pena destacar aqui. Como serviçal direto do rei do demônio, ela é quem explica as funções de Oga, os inimigos e até o símbolo de Beelzebub que alastra pelo corpo do nosso protagonista. Mas não só como informante, Hilde é capaz de defender-se e ao menino com força e brutalidade, tornando-a o par perfeito para Oga. Resultado: shippo muito.

Avaliação Geral: 5-joinha

Se você gosta de ação, humor e anti-heróis, esse mangá pode ser perfeito!

Leia, descubra e seja feliz! 🙂

Outros Posts Que Talvez Goste:

❤ Resenha: Magi: O Labirinto da Magia

❤ Resenha: Conto De Dragões

Anúncios

1 thought on “Resenha: BeelzeBub”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s